Os Melhores Monitores por Faixa de Preço de 2024

Existem mais de 330 modelos de monitores à venda no Brasil, mais de 16 conjuntos de especificações e preços que variam drasticamente todos os dias. Não se preocupe: analisamos tudo pra você.

AvaRank - Monitores

Quanto mais próximo à região AZUL do gráfico, melhor a relação custo x benefício.

Quanto mais próximo da região VERMELHA, pior o custo x benefício.

Resumo

Quanto mais próximo à região AZUL do gráfico, melhor a relação custo x benefício. Quanto mais próximo da região VERMELHA, pior o custo x benefício.

Mais Detalhes

Quando procuramos um produto, queremos extrair o máximo de benefício por real gasto. O problema é que muitas vezes temos dificuldades em comparar um produto com outro. Seja pela quantidade de produtos, quantidade de características desses produtos ou por desconhecer certos aspectos técnicos dos mesmos. Os sites de Review nos ajudam nessa tarefa, mas devida a grande quantidade de produtos existentes, mais os lançamentos, torna-se impossível manter os comparativos constantemente atualizados.

Por isso o AvaRank foi um sistema desenvolvido para resolver este problema. Ele é capaz de classificar produtos de acordo com suas caraterísticas e benefícios. Esse sistema utiliza conhecimento especialista, modelos matemáticos e inteligência artificial para pontuar cada produto. Após essa classificação, os produtos são exibidos no gráfico acima, de acordo com sua pontuação (AvaScore), e seu preço (melhor oferta encontrada).

Quanto mais alto no gráfico, maior a pontuação do produto. Quanto mais a esquerda do gráfico, mais barato o produto. Desta forma, os produtos com maiores benefícios pelo menor preço são os que se encontram em direção ao Azul do gráfico. Em contrapartida, em direção da região vermelha, estão os produtos com pior relação custo x benefício segundo a nossa metodologia.

  • No texto abaixo explicamos quais são os parâmetros analisados para classificar os produtos.
  • Caso você tenha um uso específico para este produto ou preferência por uma tipo de característica, utilize o menu abaixo para dar mais peso à esse uso.
  • Caso você queira filtrar os produtos por uma ou mais características específicas, utilize os filtros abaixo.
  • No gráfico é possível selecionar a faixa de preço que você deseja visualizar. Basta clicar e arrastar.
Uso Geral
Monitor para Games
Monitor para Design Gráfico

Melhores em Custo x Benefício

Monitor UHD Samsung 28 4K, HDMI, Display Port, FreeSync, Preto, Série UR550
Marca: Samsung

O Monitor UHD Samsung 28 4K, HDMI, Display Port, FreeSync, Preto, Série UR550 é uma excelente opção para quem busca desempenho e qualidade de imagem.

Com uma tela de 28 polegadas e resolução 4K / Ultra HD (3840 x 2160), este monitor oferece imagens nítidas, ricas em detalhes e cores vibrantes. Além disso, possui suporte HDR, proporcionando um alcance dinâmico de pretos e brancos.

O painel IPS com ângulo de visão de 178 graus garante que as cores sejam preservadas em qualquer posição de visualização, sem perda de intensidade dos tons. Isso significa que mesmo em um display deste tamanho, os tons e as sombras parecem precisos a partir de praticamente qualquer ângulo.

Com uma taxa de atualização de 60Hz e tempo de resposta de 4ms, este monitor oferece um excelente desempenho tanto para tarefas gerais quanto para momentos de lazer, como assistir a filmes ou jogar. E para os jogadores casuais, o monitor conta com a tecnologia AMD FreeSync, que reduz a quebra de quadros, proporcionando uma jogabilidade mais fluida e sem atrasos.

Além disso, o Monitor UHD Samsung 28 4K oferece opções de conectividade HDMI e DisplayPort, permitindo que você o conecte facilmente a qualquer dispositivo, como consoles, PCs e laptops.

Com um design elegante e sem bordas, este monitor proporciona uma experiência visual imersiva, ampliando o campo de visão e garantindo que você não perca nenhum detalhe.

Em resumo, o Monitor UHD Samsung 28 4K, HDMI, Display Port, FreeSync, Preto, Série UR550 é uma ótima escolha para quem busca um monitor com alta qualidade de imagem, desempenho e recursos avançados.

Monitor Acer Gamer Nitro 28' Ips 4K Uhd 4Ms Hdr10 Dci-P3 Freesync Kg282k
Marca: Acer

O Monitor Acer Gamer Nitro KG282K é uma excelente opção para os jogadores que desejam um desempenho superior em suas partidas. Com uma taxa de atualização de 60Hz, tempo de resposta de 4ms e tecnologia AMD FreeSync, ele oferece uma jogabilidade extremamente fluida, sem quebras de quadros ou atrasos, mesmo em jogos de ação com movimentos rápidos.

A tela de 28 polegadas do KG282K possui uma altíssima resolução 4K, brilho de 300 nits e contraste de 1000:1, o que resulta em imagens nítidas, bem definidas e com cores vivas. Além disso, o painel IPS do monitor proporciona um ângulo de visão de 178 graus, garantindo uma experiência de jogo imersiva e realista. As bordas ultrafinas de design ZeroFrame também contribuem para uma visualização mais ampla e envolvente.

Em termos de conectividade, o KG282K não deixa a desejar. Ele possui portas HDMI e DisplayPort, permitindo que seja facilmente conectado a consoles, PCs ou laptops. Além disso, o monitor possui garantia de 12 meses, proporcionando tranquilidade ao usuário.

O Monitor Acer Gamer Nitro KG282K é uma opção ideal para os jogadores que buscam desempenho, qualidade de imagem e custo-benefício. Com sua alta resolução 4K, tecnologia AMD FreeSync e painel IPS, ele oferece uma experiência de jogo imersiva e sem interrupções. Não perca a oportunidade de adquirir esse excelente monitor!

Monitor UHD Samsung  32", 4K, HDMI, Display Port, Freesync, Preto, Série UJ59
Marca: Samsung

O Monitor UHD Samsung 32", 4K, HDMI, Display Port, Freesync, Preto, Série UJ59 é uma excelente opção para quem busca qualidade de imagem e recursos avançados. Com uma tela de 31.5 polegadas e proporção de 16:9, esse monitor oferece uma experiência imersiva e detalhes incríveis.

Uma das vantagens desse monitor é o tipo de painel utilizado, VA, que proporciona ângulos de visão amplos, permitindo que você enxergue a tela com clareza mesmo em posições laterais. Além disso, ele possui uma taxa de atualização de 60Hz e um tempo de resposta de 4.0ms, o que garante imagens fluidas e sem borrões.

Outro destaque desse monitor é a sua resolução de 3840 x 2160, ou seja, 4K. Isso significa que você poderá desfrutar de uma imagem nítida e com uma quantidade impressionante de detalhes. Além disso, ele possui a tecnologia de upscaling UHD, que melhora a qualidade de conteúdos de baixa resolução, deixando-os mais próximos da resolução 4K.

Para os gamers, o Monitor UHD Samsung 32" conta com o suporte de sincronização FreeSync, que elimina imperfeições na tela ao sincronizar a placa de vídeo com o monitor. Isso resulta em uma experiência de jogo mais suave e sem tearing.

Além das características técnicas, o design desse monitor também merece destaque. Com bordas finas e um acabamento em preto fosco, ele possui um visual sofisticado que se encaixa em qualquer ambiente. O suporte em forma de Y, com detalhes metálicos, adiciona um toque de elegância ao conjunto.

Em resumo, o Monitor UHD Samsung 32", 4K, HDMI, Display Port, Freesync, Preto, Série UJ59 é uma ótima opção para quem busca qualidade de imagem, recursos avançados e um design elegante. Com sua resolução 4K, suporte de sincronização FreeSync e ângulos de visão amplos, ele proporciona uma experiência imersiva e detalhada tanto para jogos quanto para conteúdos multimídia.

Monitor UHD Samsung 32, 4K, HDMI, Display Port, FreeSync, Preto, Série UJ590
Marca: Samsung

O Monitor UHD Samsung 32, da série UJ590, é um dispositivo de alta qualidade e desempenho excepcional. Com uma tela de 31,5 polegadas e resolução 4K / Ultra HD, oferece imagens nítidas, ricas em detalhes e cores vibrantes.

Com um ângulo de visão de 178 graus, brilho de 270nits e contraste de 3000:1, este monitor proporciona uma experiência visual imersiva e de alta qualidade.

Com uma taxa de atualização de 60Hz e tempo de resposta de 4ms, o Monitor UHD Samsung 32 oferece um excelente desempenho tanto para tarefas gerais quanto para momentos de lazer, como assistir filmes e jogar.

Uma das principais vantagens deste monitor é a tecnologia AMD FreeSync, que reduz a quebra de quadros e proporciona uma jogabilidade mais fluida e sem atrasos, sendo ideal para jogadores casuais.

Além disso, o Monitor UHD Samsung 32 possui bordas finas, o que amplia o campo de visão e proporciona uma experiência imersiva e sem distrações.

Em termos de conectividade, este monitor possui portas HDMI e DisplayPort, permitindo que seja facilmente conectado a diversos dispositivos, como consoles, PCs e laptops.

Com um design elegante, o Monitor UHD Samsung 32 possui bordas finas e acabamento em preto fosco, o que o torna uma escolha estilosa para qualquer ambiente.

Em resumo, o Monitor UHD Samsung 32, da série UJ590, é uma excelente opção para quem busca qualidade de imagem, desempenho e uma experiência imersiva. Com sua resolução 4K, tecnologia FreeSync e bordas finas, este monitor oferece uma experiência visual incrível.

Melhores em Desempenho / Funcionalidades

Monitor Gamer Samsung Odyssey 49 QLED, 120 Hz, Ultra Wide, DQHD, HDMI/DisplayPort, 125% sRGB, HDR 1000, Ajuste de Ângulo - LC49RG90SSLXZD
Marca: Samsung

O Monitor Gamer Samsung Odyssey 49 QLED é uma opção de alta qualidade para os jogadores que buscam uma experiência imersiva e envolvente. Com uma tela ultrawide de 49 polegadas e proporção de 32:9, este monitor oferece um campo de visão mais amplo, permitindo que você veja mais conteúdo e detalhes minuciosos.

A resolução dual QHD de 5120 x 1440 proporciona imagens nítidas e detalhadas, com espaço equivalente a duas telas QHD de 27 polegadas lado a lado. Além disso, a tecnologia QLED da Samsung garante cores mais puras, brilhantes e próximas à realidade, com suporte a 125% da gama de cores sRGB.

Uma das vantagens deste monitor é o suporte de sincronização FreeSync, que reduz o atraso da tela, os rasgos de imagem e a latência de entrada, garantindo uma jogabilidade suave e sem interrupções. Além disso, a taxa de atualização de 120Hz minimiza o desfoque do movimento, proporcionando uma experiência de jogo mais fluida.

O Monitor Gamer Samsung Odyssey 49 QLED também oferece recursos adicionais para melhorar a experiência do usuário. O Modo de Jogo permite ajustar instantaneamente as configurações de contraste e cor para diferentes gêneros de jogo, enquanto o Modo Low Input Lag oferece tempos de resposta ainda mais rápidos. O Virtual Aim Point na mira da tela ajuda a mirar com mais precisão, enquanto o Eye Saver Mode e o Flicker Free reduzem a fadiga ocular durante longas sessões de jogo.

Em termos de conectividade, o monitor possui portas HDMI, DisplayPort e USB, oferecendo opções versáteis para conectar seus dispositivos. Além disso, a garantia do fabricante de 12 meses oferece tranquilidade em relação à durabilidade e confiabilidade do produto.

No entanto, é importante destacar que o Monitor Gamer Samsung Odyssey 49 QLED também apresenta algumas desvantagens. O tempo de resposta de 4.0ms pode não ser tão rápido quanto o de outros monitores gamers disponíveis no mercado. Além disso, o brilho de 600 nits pode não ser tão intenso quanto o de alguns concorrentes.

Em resumo, o Monitor Gamer Samsung Odyssey 49 QLED é uma escolha excelente para os jogadores que desejam uma experiência imersiva e envolvente. Com sua tela ultrawide, resolução QHD e suporte de sincronização FreeSync, este monitor oferece imagens nítidas, cores vibrantes e jogabilidade suave. Apesar de algumas limitações, como o tempo de resposta e o brilho, este monitor é uma opção a ser considerada para os entusiastas de jogos.

Monitor Gamer AOC AGON PRO 27" UHD 4K 144Hz 1ms AG274UXP
Marca: AOC

O Monitor Gamer AOC AGON PRO 27" UHD 4K 144Hz 1ms AG274UXP é um produto de alta qualidade da marca AOC. Com um tamanho de 27 polegadas e uma proporção de tela de 16:9, ele oferece uma experiência imersiva para os jogadores.

Uma das principais características deste monitor é o seu tipo de painel IPS, que proporciona cores vivas e ângulos de visão amplos de até 178 graus. Além disso, ele possui suporte para HDR, o que significa que oferece uma gama de cores mais ampla e um contraste mais intenso, resultando em imagens mais realistas e vibrantes.

A conectividade do monitor é feita através de portas HDMI e DisplayPort, permitindo que você conecte facilmente seus dispositivos. Além disso, ele possui suporte para a tecnologia G-Sync da NVIDIA, que garante uma experiência de jogo suave e sem falhas, sincronizando a taxa de atualização da tela com a taxa de quadros do jogo.

Com uma resolução 4K UHD de 3840 x 2160 pixels, o monitor oferece imagens incrivelmente nítidas e ricas em detalhes. Isso significa que você poderá aproveitar seus jogos com uma qualidade de imagem superior, enxergando até os mínimos detalhes.

A taxa de atualização de 144Hz do monitor garante uma fluidez excepcional nas imagens, tornando os movimentos mais suaves e reduzindo os efeitos de "fantasma". Já o tempo de resposta de 1ms garante uma experiência de jogo mais responsiva, com menor tempo de resposta aos comandos.

O monitor também possui uma alta luminosidade de 600 nits, o que permite que as imagens sejam visualizadas com clareza mesmo em ambientes com muita luz. Além disso, ele possui uma borda fina, o que proporciona uma experiência de visualização mais imersiva.

Em resumo, o Monitor Gamer AOC AGON PRO 27" UHD 4K 144Hz 1ms AG274UXP é uma excelente opção para os gamers que buscam uma experiência de jogo de alta qualidade. Com sua resolução 4K, taxa de atualização de 144Hz e tempo de resposta de 1ms, ele oferece imagens nítidas, movimentos suaves e uma resposta rápida aos comandos. Além disso, sua compatibilidade com a tecnologia G-Sync e suporte para HDR garantem uma experiência de jogo ainda mais imersiva e realista.

Monitor Gamer Acer Nitro Xv282k 144Hz 4K 3840X2160 Ips Freesync Zeroframe 28' Acer
Marca: Acer

O Monitor Gamer Acer Nitro Xv282k é uma excelente opção para os entusiastas de jogos que buscam uma experiência imersiva e de alta qualidade. Com uma tela de 28 polegadas e uma resolução 4K de 3840x2160, esse monitor oferece imagens nítidas e detalhadas, permitindo que você veja todos os detalhes dos seus jogos favoritos.

Uma das principais vantagens desse monitor é a sua taxa de atualização de 144Hz, que proporciona uma transição suave das imagens, evitando o efeito de arrasto e proporcionando uma jogabilidade mais fluida. Além disso, o tempo de resposta de 1ms garante que as imagens sejam exibidas de forma rápida e precisa, evitando atrasos e borrões durante as cenas de ação.

O Monitor Gamer Acer Nitro Xv282k também possui a tecnologia FreeSync, que sincroniza a taxa de atualização do monitor com a taxa de quadros da placa de vídeo, eliminando o tearing e proporcionando uma experiência de jogo mais suave e sem interrupções.

Outro destaque desse monitor é o seu painel IPS, que oferece ângulos de visão amplos de 178 graus, permitindo que você veja as cores e os detalhes de qualquer ângulo, sem distorções ou perda de qualidade.

Além disso, o Monitor Gamer Acer Nitro Xv282k possui suporte para HDR, que proporciona um maior contraste e uma reprodução de cores mais vibrante, tornando as imagens mais realistas e envolventes.

Em termos de conectividade, esse monitor oferece portas HDMI e DisplayPort, permitindo que você conecte facilmente seus dispositivos de jogo, como consoles e PCs. Além disso, ele também possui uma porta USB-C com suporte a carregamento de 65W, o que é muito conveniente para carregar dispositivos durante o uso.

Uma característica interessante do Monitor Gamer Acer Nitro Xv282k é o seu design de borda fina, que proporciona uma experiência de visualização mais imersiva e permite que você coloque vários monitores lado a lado sem interrupções visuais.

Em relação às desvantagens, alguns usuários podem considerar o consumo de energia máximo de 160W um pouco alto. Além disso, o monitor não possui alto-falantes embutidos de alta potência, o que pode exigir o uso de alto-falantes externos para obter uma qualidade de som melhor.

Em resumo, o Monitor Gamer Acer Nitro Xv282k é uma ótima escolha para os jogadores que desejam uma experiência de jogo imersiva, com imagens nítidas, cores vibrantes e uma jogabilidade suave. Com recursos como taxa de atualização de 144Hz, tempo de resposta de 1ms e suporte a HDR, esse monitor certamente irá satisfazer as necessidades dos jogadores mais exigentes.

Monitor Gamer Acer XR3 Nitro Series 34 2K QHD Curvo, 180Hz, 1ms, IPS, HDMI e DisplayPort, 98% DCI-P3, HDR, FreeSync Premium, VESA - XR343CK
Marca: Acer

O Monitor Gamer Acer XR3 Nitro Series 34 2K QHD Curvo é um produto de alta qualidade e desempenho, ideal para os entusiastas de jogos. Com uma tela curva de 34 polegadas e uma resolução Quad HD de 3440 x 1440, oferece uma experiência de visualização imersiva e detalhada.

Uma das principais vantagens deste monitor é a taxa de atualização de até 180Hz, que proporciona uma reprodução suave e sem atrasos, tornando-o perfeito para jogos de ação rápida. Além disso, o tempo de resposta de 1ms garante que não haja efeitos indesejados, como manchas ou fantasmas, durante as transições de imagem.

A tecnologia AMD FreeSync Premium PRO oferece uma sincronização precisa entre a placa gráfica e o monitor, resultando em imagens mais fluidas e sem tearing. Além disso, o monitor possui certificação Display HDR 400, que proporciona níveis mais profundos de contraste e uma imersão ainda maior nas imagens.

Outra vantagem é a variedade de recursos oferecidos pelo monitor, como o modo de jogo, que otimiza os visuais para diferentes tipos de conteúdo, e a tecnologia AcerVisionCare, que inclui recursos como BlueLight Shield, Flickerless e Low Dimming, para reduzir a fadiga ocular e proporcionar uma experiência de visualização mais confortável.

O Monitor Gamer Acer XR3 Nitro Series 34 2K QHD Curvo também possui conectividade HDMI e DisplayPort, garantindo a compatibilidade com diferentes dispositivos. Além disso, sua borda fina e design elegante tornam-no uma adição estilosa para qualquer configuração de jogo.

Em resumo, o Monitor Gamer Acer XR3 Nitro Series 34 2K QHD Curvo é uma escolha excelente para os jogadores que procuram uma experiência de visualização imersiva e de alta qualidade. Com recursos avançados, como taxa de atualização de 180Hz e tecnologia AMD FreeSync Premium PRO, este monitor oferece desempenho excepcional e imagens nítidas. Sua tela curva de 34 polegadas e resolução Quad HD garantem uma experiência imersiva e detalhada. Além disso, os recursos adicionais, como o modo de jogo e a tecnologia AcerVisionCare, tornam-no uma escolha completa para os jogadores exigentes.

Responda as perguntas abaixo e encontraremos o monitor ideal para você!

ENCONTRE O MONITOR PERFEITO PARA VOCÊ

Escolha o principal uso para Monitor
Qual a principal utilização para o monitor que você deseja adquirir? Sabendo essa resposta nos ajudará ajustar as principais características do monitor.
Qual o Tamanho da Tela?
Escolha o tamanho da tela em polegadas. O tamanho dos monitores depende da sua necessidade. Monitores padrões de escritório possuem entre 19" e 23" por exemplo.
Qual conectividade você precisa?
O que é Mais Importante para Você?

Com a gama enorme de informações disponíveis sobre monitores, tentar analisar todas essas informações manualmente, um por um, sem ser um especialista, significaria perder muito tempo e provavelmente você ainda pagaria mais por um produto inferior.

Nossa missão é solucionar esse problema pra você. Para isso desenvolvemos o AvaRank, sistema inteligente que classifica centenas de monitores (e outros produtos) diariamente, para te apresentar os melhores por cada real gasto.

Você pode utilizar também o nosso gráfico de melhores monitores por preço abaixo.

Se você precisa de uma caraterística específica, como por exemplo, um monitor com entrada HDMI ou um monitor de 144Hz. Basta utilizar nossos filtros abaixo.

Abaixo nossa lista de melhores monitores considerando custo x benefício, e outra lista em termos de desempenho apenas. Se você já sabe a faixa de preço que está disposto a pagar, utilize o nosso gráfico AvaRank para selecionar a faixa desejada.

O AvaRank – nosso sistema de avaliação, considera um conjunto de características técnicas, recursos e funcionalidades que somadas contribuem com valor à experiência de uso do usuário final.

Cada quesito possui seu respectivo peso, que é determinado de acordo com os critérios dos nossos especialistas. Levando isso em conta, nosso algoritmo estabelece uma nota final para cada produto, indicando sua qualidade e, consequentemente, sua posição no gráfico do AvaRank.

Neste artigo temos como foco os Monitores para computador. Por ser um artigo da área de tecnologia, suas características possuem muitos termos técnicos. Sendo assim, nosso objetivo aqui é garantir um conteúdo acessível sem reduzir o nível de informação.

Especificações Técnicas de um Monitor

O AvaRank utilizou as seguintes características para avaliar e pontuar os monitores. Confira:

  • Resolução
  • Tamanho
  • Proporção da tela
  • Tipo de painel
  • Taxa de atualização
  • Tempo de resposta
  • Suporte de Sincronização
  • Ângulos de visão
  • Conectividade
  • Curvatura
  • Brilho
  • Contraste
  • HDR
  • Espaço colorido

Seja para uso geral ou profissional, com as informações a seguir, acreditamos que toda e qualquer pessoa estará apta a escolher o monitor ideal para atender suas demandas e necessidades.

Pixels

Para entender a resolução de uma tela, primeiro precisamos entender a unidade de medida utilizada para isso, que são os “pixels”. Certamente você já deve ter se deparado com este nome em várias ocasiões, mas você entende o que ele significa?

Sabe quando aproximamos muito (zoom) uma imagem e começam a aparecer uns quadradinhos? Pois é, são os pixels. O nome Pixel é uma mistura de “Picture” e “Element”, o que seria “imagem” e “elemento”: Pi x El.

Em termos técnicos, um pixel é a menor unidade que compõe uma imagem digital. São milhares de pixels e cada um deles se baseia em três cores: vermelho, verde e azul (o tão falado RGB). São 256 tonalidades para cada uma dessas cores, o que resulta em até 16 milhões de diferentes combinações de cores.

E é o agrupamento de todos estes pixels que forma tudo aquilo que é possível ser visualizado digitalmente em uma tela. Fotos, vídeos e até mesmo as letras e palavras que você está lendo agora.

Sendo assim, podemos afirmar que a qualidade de uma imagem dependerá da quantidade de pixels que a forma, ou seja, quanto maior o número de pixels, maior será a qualidade de uma imagem. E é justamente isso que define a resolução de uma tela.

Resolução

Como dito anteriormente, quando falamos de resolução estamos nos referindo à quantidade de pixels presentes em uma tela. Hoje em dia temos opções de monitores com vários tipos de resolução, veja alguns exemplos:

  • 1280 × 720 (o famoso HD)
  • 1366 × 768
  • 1440 × 900
  • 1920 × 1080 (também definida como Full HD, FHD ou 1080p)
  • 2560 × 1080
  • 2560 × 1440 (também definida como Quad HD, QHD, 1440p ou 2K)
  • 3440 × 1440
  • 3840 × 2160 (também definida como Ultra HD, UHD ou 4K)
  • 8k
  • 10k

Para que esta informação não seja apenas um monte de números, entenda: por exemplo, se dissermos que um monitor tem a resolução 1920 x 1080, isso quer dizer que sua tela é formado por 1.920 pixels em cada linha horizontal e 1.080 pixels em cada linha (coluna) vertical.

Cada resolução que listamos acima se difere uma da outra pela quantidade de pixels que a tela irá exibir, ou seja, quantos pixels formarão a imagem que será exibida na tela. E, como já vimos algumas vezes, quanto mais pixels, melhor será a qualidade da imagem.

Outro ponto que também devemos dar atenção, é a relação que existe entre a resolução, o tamanho e a proporção da tela. Cada um destes quesitos técnicos estão interligados e, mais adiante, falaremos sobre cada um deles. Certamente tudo fará mais sentido à medida que avançamos a leitura.

De maneira específica, quando falamos de monitores para computador, existem resoluções para todo tipo de demanda. Algumas mais comuns - como HD e Full HD – e outras que nem sempre estão ao alcance do consumidor – 8k e 10k – mas que já estão disponíveis no mercado. E para que você tenha todas as informações, falaremos sobre cada uma delas.

HD (High Definition)

Também conhecida como Alta Definição, esta resolução possui 1280 x 720 pixels. Isso representa um total equivalente a quase 1 milhão de pixels na tela. Monitores com esta resolução são mais baratos e possuem ótimo custo benefício para quem está montando seu escritório ou procura um monitor para demandas do dia a dia, como, por exemplo, fazer trabalhos escolares, escrever textos, pesquisar na internet e outras necessidades que não exigem uma definição refinada de imagem.

Full HD

Conhecida também como FHD ou 1080p, esta resolução apresenta mais de 2 milhões de pixels dispostos na proporção 1920 x 1080. Monitores full HD exibem imagem mais definidas e de melhor qualidade se compararmos com a resolução HD. Consequentemente são monitores mais caros, porém, comportam funcionalidades mais avançadas. Desta forma, são ideais para quem deseja apreciar melhor as imagens de um filme, ter mais qualidade para editar as fotos de férias e até mesmo curtir alguns jogos.

2K e Quad HD

2k é uma resolução que possui 2048 pixels nas linhas horizontais. Mesmo sendo considerada uma resolução de padrão diferente, 2K é popular nas telas de cinema e conhecida pelo nome “formato mestre”. Prova disso é que, nos cinemas de hoje em dia, a maioria deles utiliza projetores digitais de resolução 2K.

A DCI (Iniciativas de Cinema Digital), um grupo de estúdios que, juntos, desenvolvem padrões para o Cinema Digital, neste caso, define a resolução 2k como 2048 x 1080 pixels. No entanto, monitores com esta resolução não são comuns e muito difíceis de estarem disponíveis para venda.

Porém, certamente você já deve ter ouvido falar da Quad HD (QHD), que possui resolução de 2560 x 1440 pixels e está presente em muitos monitores disponíveis no mercado. Ganhou este nome para desfazer uma confusão gerada por marcas que anunciavam seus produtos como 2K, mas que tinham resolução diferente daquela estabelecida pela DCI. Mesmo assim, você ainda encontrará monitores anunciados como 2K / QHD.

Com isso explicado, seguimos falando dos monitores com resolução 2560 x 1440. Estes modelos possuem alta qualidade de exibição de imagens e são ideais para quem busca desempenho em trabalhos como edição de vídeo, edição de fotografias e, claro, quem leva o jogo mais a sério.

A partir daqui, as resoluções ganham um tom mais profissional e serão encontradas em monitores indicados para quem deseja investir em áreas bem específicas, como, por exemplo, produtoras de audiovisual, produção fotográfica, jogadores profissionais, design gráficos e tudo aquilo que demanda fidelidade e qualidade de imagens.

Vale lembrar que, apesar de categorizarmos o tipo de uso para os monitores, nada impede que você invista em um modelo melhor do que os citados até agora. Afinal, quem não vai gostar de curtir um filme com imagens que parecem sair da tela, não é mesmo?

4K ou Ultra HD

Assim como a 2K, o 4K possui variações de resolução. A estabelecida pela DCI é de 4096 x 2160 pixels. Porém, no mercado de monitores, a principal proporção deste modelo é de 2840 x 2160, também chamada de Ultra HD. Outra variação é a Ultra Wide HDTV, de 5120 x 2160 pixels.

8K

Também conhecida como Full Ultra HD (FUHD) ou 8K UHD, possui 4 vezes mais pixels do que a 4k, já que suas telas apresentam uma resolução de 7680 x 4320 pixels.

10K

Esta é uma das maiores resoluções encontradas no mercada hoje em dia. Geralmente presentes em monitores com tela de proporção UltraWide (21:9), a resolução 10K possui 10328 x 7760 pixels.

Tamanho da Tela

Na escolha de um monitor, este fator pode afetar outros aspectos técnicos pois, dependendo do tamanho da tela, a qualidade da imagem pode ser afetada caso não haja pixels suficientes. Quando a isso, daremos exemplos mais à frente!

O tamanho da tela de um monitor se refere às dimensões físicas da tela. Esta dimensão é medida em polegadas. E para saber as polegadas de um monitor, basta medir de um canto ao outro na diagonal. Esta medida é representada pelo símbolo ´´.

No mercado você encontrará várias opções quando se trata do tamanho da tela. Mais uma vez, sua escolha deve se basear em suas necessidades. Sendo assim, conheça melhor algumas opções:

De 21,5´´ até 24´´

Monitores com estes tamanhos costumam atender a maioria dos consumidores. São ideais para tarefas do dia a dia, escritórios e estudantes. Nestes casos, resoluções menores atenderão bem a demanda e terão ótimo custo benefício. Para estas situações, monitores entre 21,5´´ e 24´´ com resolução Full HD (1080p) são uma ótima escolha.

Outro ponto a ser considerado é o espaço que temos para acomodar o aparelho, já que um monitor maior do que 24´´ necessita de lugares mais amplos. Se este é o seu caso e você deseja um monitor para usos mais específicos (edição de imagens, design, jogos, etc.), então procure monitores com resolução maior. Um monitor Quad HD é ideal para esta situação, já que você não conseguiria aproveitar totalmente os benefícios de uma resolução maior em uma tela com estas dimensões.

De 27´´ até 32´´

Telas com estes tamanhos podem seguir os mesmos preceitos de escolha que os citados anteriormente. Porém, monitores com estes tamanhos trarão benefícios maiores quanto à qualidade de visualização. No caso de telas de 32´´, uma resolução 4k já seria mais adequada em relação ao seu tamanho.

Acima de 32´´

Monitores com mais de 32´´ são indicados para casos mais específicos, mas não excluímos as demandas anteriores, afinal, a experiência de assistir um filme em uma tela grande é muito melhor.

Telas maiores que 32´´ comportam bem resoluções acima de 4k. Estes são monitores para quem faz uso de softwares que demandam alta qualidade de visualização, como editores de fotos e vídeos, designers, arquitetos, engenheiros, jogadores profissionais, etc.

Proporção da Tela

Em termos técnicos, a proporção é a relação entre a largura e a altura da tela, o que pode ser medido a partir do número de pixels que define sua resolução. Mas, é possível identificar visualmente a proporção de uma tela, já que, consequentemente, este aspecto também define o seu formato físico.

De forma prática, a proporção da tela de um monitor se refere ao formato em que a imagem será exibida. Certamente você já se deparou muitas vezes com a “proporção”, quer ver?

Sabe quando estamos assistindo à um filme e tem uma faixa preta na parte superior e outra na parte inferior da tela? Então, estas faixas existem porque o filme foi feito, provavelmente, no formato 21:9 e estamos assistindo em uma tela 16:9. Sendo assim, estas faixas pretas são adicionadas para preencher o espaço e possibilitar que o filme seja exibido em seu formato original e sem distorções.

As proporções de tela mais comuns são:

  • Wide – 16:9
  • Ultra Wide – 21:9
  • Super Wide – 32:9

Wide – 16:9

Caso você tenha comprado um monitor nos últimos 10 anos, provavelmente a tela dele tem uma proporção 16:9. Caso esteja curioso, antes disso, se o seu monitor era de tubo, a proporção desse tipo de tela é a famosa 4:3.

Especificamente, a proporção 16:9 é a mais acessível e estará presente na grande maioria dos monitores. Um bom motivo para isso e que, tanto a Microsoft quanto o Google, por exemplo, recomendam este formato de tela para que seus softwares e aplicativos sejam corretamente exibidos.

Dito isso, fica fácil deduzir que um monitor 16:9 atenderá a maior parte dos consumidores. Com o formato em mente, outros quesitos como, por exemplo, resolução e tamanho, serão o diferencial para suas necessidades.

Ultra Wide – 21:9

Para quem precisa de um espaço maior de produção ou quem leva o jogo mais a sério, monitores com tela de proporção 21:9 atenderão melhor suas demandas. Isso porque a largura desse tipo de tela é bem maior do que em um monitor 16:9.

Super Wide – 32:9

Monitores com tela de proporção 32:9 são incomuns, mas esta amplitude faz toda diferença em alguns tipos de demanda.

Quem utiliza softwares voltados para processamentos de foto e vídeo entenderá o quanto esta amplitude em uma tela é importante. Ter espaço extra de trabalho e visualização, melhora tanto a produtividade quanto o resultado final de produtos audiovisuais.

Outro público que pode se beneficiar com este tipo de tela, são aqueles que estão na área de produção e testes de jogos.

Tipos de Painel

Hoje em dia, os tipos de painéis mais difundidos no mercado são o LCD (Liquid Crystal Display – “tela de cristal líquido” em português) e o OLED. Os painéis LCD são amplamente utilizados, são mais baratos de produzir e, mesmo sendo mais antigos do que o OLED, é a opção mais encontrada nas telas de monitores para computador.

Sendo assim, focaremos nas tecnologias encontradas neste tipo de painel. Mas, antes disso, falaremos brevemente de maneira mais específica sobre o LCD. Ele é um painel composto por “cristais líquidos”, que consiste em um material que se apresenta em um estado de matéria que está entre o líquido e sólido.

Esta classe de material se altera quando sofre ação de temperatura, de pressão ou de campos elétricos e magnéticos. Este é o principal motivo pelo qual foi adotado em larga escala pelas fabricantes de equipamentos com display (TVs, monitores, celulares, etc.).

Para que funcionem e consigam refletir graduações de cores, os cristais devem receber corrente elétrica. Na parte de trás da tela LCD existe a backlight, uma luz branca que dá brilho ao painel e, por meio desta passagem de luz e de impulsos elétricos, é que os pixels ganham cores e formam as imagens exibidas na tela do seu computador.

Os painéis LCD apresentam variações de tecnologia. Estas variações são responsáveis por oferecer diferentes tipos de experiência ao usuário, quando se trata do ambiente e do ângulo de visão.

No mercado você encontrará três principais tecnologias de LCD, que são:

  • TN
  • IPS
  • VA

TN

TN é abreviação para Twisted Nematic, que se refere à posição em que os cristais líquidos se organizam para que a luz branca os atravesse. Mas quando recebem corrente elétrica, esta estrutura se desmonta e se reorganiza em diferentes formas dependendo da intensidade da corrente elétrica recebida, criando, assim, as variações de cores.

Os monitores com LCD de tecnologia TN se destacam no mercado por serem mais baratos do que as outras opções, por isso, são indicados para quem busca custo-benefício.

Os painéis TN ganham vantagem quando se trata de atualização e resposta, dois fatores que explicaremos mais adiante. Por isso, são bastante procurados por jogadores profissionais.

O ponto negativo da tecnologia TN é o ângulo de visão. Caso você não esteja olhando diretamente para a tela, notará rapidamente o escurecimento das imagens. Por esta restrição no ângulo de visão, este tipo de painel não é indicado para quem trabalha com edição de imagens e design, por exemplo, já que uma mínima inclinação irá alterar cores e contraste exibidos na tela.

IPS

“In Plane Switching” ou IPS é outro tipo de tecnologia encontrada em LCDs. Este nome se refere ao alinhamento horizontal dos cristais líquidos da tela. Esta tecnologia oferece painéis com maior fidelidade na reprodução de cores, mesmo quando mudamos nosso ângulo de visão.

A desvantagem mais apontada nos painéis IPS é o seu baixo contraste, e mesmo trazendo cores vívidas, este fator gera dificuldades na reprodução e visualização de tons escuros.

Esta tecnologia é ideal para televisores que serão instalados em salas amplas e que darão maiores ângulos de visão. Tudo isso para evitar a sobrecarga na demanda de contraste nas imagens.

Mas quando se trada de monitores, um LCD IPS não dará uma experiência muito agradável para quem curte jogos com cenas escuras ou quem é adepto a ambientes escuros na hora de assistir filmes e séries, pois a falta de iluminação ambiente afeta bastante o preto nas imagens. Por outros lado, designers, fotógrafos e editores de vídeos estarão bem acompanhados com um monitor de painel IPS.

VA

O VA vem do nome em inglês “Vertically Alignmed”. Este nome se refere à maneira como os cristais líquidos da tela estão alinhados, ou seja, ao contrário do IPS, os painéis VA têm cristais líquidos alinhados verticalmente.

Este tipo de painel ganha em ângulo de visão, contraste e cores. Por outro lado, deixam a desejar no tempo de resposta (quesito que explicaremos mais a frente), porém, ao longo dos anos, as tecnologias desenvolvidas para painéis VA vêm melhorando bastante em relação a isso.

O motivo para esta melhoria é que as fabricantes estão desenvolvendo, cada dia com mais sucesso, painéis VA que possuam também os benefícios das tecnologias TN e IPS. O resultado disso são duas versões de monitores VA, conheça:

  • Multi-domain Vertical Alignment (MVA): os monitores com LCD de tecnologia MVA entregam menor tempo de resposta e, geralmente, apresentam pretos e contraste melhores do que painéis TN ou IPS. Além disso, são painéis com ótimos ângulos de visão.
  • Patterned Vertical Alignment (PVA): são painéis com benefícios bastante parecidos com o MVA. Porém, ganham em contraste e na qualidade dos pretos.

De forma geral, monitores com tela VA serão muito benéficos para quem busca qualidade de imagem independentemente da iluminação ambiente. Também são uma boa pedida para quem não exige amplitude de ângulo de visão.

Taxa de Atualização

Antes de aprofundar neste tema, precisamos entender um pouco sobre “imagem em movimento”.

A imagem em movimento é criada a partir de imagens estáticas (fotografias) que são passadas rapidamente diante dos nossos olhos. Para que tenha uma movimentação próxima daquilo que nossos olhos enxergam na “vida real”, são necessárias, no mínimo, 24 fotos para cada segundo de vídeo.

Aqui chamamos de “foto” para que o entendimento seja melhor. Mas, em termos técnicos, também chamamos de frame ou quadro.

Em outras palavras, isso significa que, quando estamos assistindo um filme, a cada segundo passam cerca de 24 fotografias diante dos nossos olhos. E é assim que se cria a ilusão de movimento nas imagens que estamos vendo.

Com isso explicado, chegamos a um dos quesitos mais estimados por gamers: a taxa de atualização.

A taxa de atualização é medida em Hertz, e tem Hz como abreviação. Ela indica quantas vezes por segundo o seu monitor é capaz de mostrar uma nova imagem. Por exemplo, se o seu monitor possui 60Hz, isso significa que ele consegue atualizar imagens 60 vezes por segundo.

Quanto maior a taxa de atualização em uma tela, maior será a fluidez da imagem. Mas há uma velocidade satisfatória para cada tipo de uso. No cinema, por exemplo, são 24Hz. Já nos televisores mais simples e, principalmente, os mais antigos apresentam 50Hz ou 60Hz.

Mas, quando se trata de monitores, as taxas mais utilizadas são:

60Hz / 75Hz: essas taxas de atualização são indicadas para monitores de uso geral.

De 90Hz até 120Hz: são monitores que farão um bom trabalho para quem joga casualmente ou trabalha com audiovisual.

De 144Hz: monitores com esta taxa de atualização são muito visados por gamers, já que uma imagem atrasada é o pior dos problemas para quem leva o jogo a sério.

Hoje em dia já existem monitores com 240HZ de taxa de atualização. São modelos para quem deseja investir na carreira gamer e precisa ter certeza de que seu equipamento trará vantagens para cada partida.

Vale lembrar que sua placa de vídeo deve suportar a taxa de atualização do seu monitor.

Tempo de Resposta

O tempo de resposta se refere ao tempo que um pixel demora trocar de cor para outra. Esta troca de cor leva milissegundos para acontecer, por isso, você encontrará o tempo de resposta de uma tela com a abreviação ms, já que esta é a sua medida.

Como é possível notar até aqui, cada quesito de um monitor depende de outro. Desta forma, o tempo de resposta está diretamente ligado à taxa de atualização. Entenda: um monitor só poderá atualizar uma imagem rapidamente se os pixels de sua tela conseguirem trocar de cor com a mesma velocidade.

Então, quanto maior a taxa de atualização, menor deve ser o tempo de resposta.

E aqui entenderemos o porquê monitores gamers ainda optam por painéis LCD de tecnologia TN, pois ela é a única capaz de acompanhar altas taxas de atualização com baixo tempo de resposta.

No mercado encontraremos monitores com tempo de resposta entre 8ms e 1ms.

De 8ms até 5ms: são monitores de uso geral, mas que, dependendo das demais configurações, atenderão as necessidades da maioria dos consumidores.

4ms abaixo: monitores com baixo tempo de resposta terão uso mais específico. Jogadores profissionais, por exemplo, vão buscar monitores com 1ms de resposta se possível.

Suporte de sincronização | G-Sync e FreeSync

Este quesito é específico para quem joga videogame no PC. O motivo para isso é que esta tecnologia foi desenvolvida para evitar a temida “quebra de quadro”, um problema gráfico que tira muitos gamers do sério.

E, mais uma vez, este quesito está relacionado com a taxa de atualização, pois ela indica a quantidade máxima de quadros pode ser mostrada a cada segundo. Por exemplo, se o monitor tem taxa de atualização de 144Hz, isso quer dizer que serão mostrados no máximo 144 quadros por segundo.

Porém, esta frequência pode ser menor, agindo de acordo com a demanda. E é justamente este fato que possibilita a quebra de quadros. Entenda: digamos que o seu jogo e o monitor estão sincronizados em 120Hz de frequência. Mas, algum fator faz com que a sua placa de vídeo oscile e o processamento caia para 80Hz.

Esse desalinhamento de frequências faz com que o monitor exiba ao mesmo tempo fragmentos de quadros novos e antigos, gerando imagens cortadas. Este problema recebe o nome “screen tearing”, que em português é o que chamamos “quadro cortado”.

Monitores comuns não conseguirão lidar com a quebra de quadros. Então, com o objetivo de resolver este inconveniente, empresas e fabricantes desenvolveram o suporte de sincronização.

Esta tecnologia reduz a diferença entre as frequências do sinal que vem da placa de vídeo e da taxa de atualização do monitor. Isso faz com que a reprodução fixa de quadros da tela se transforme em uma reprodução dinâmica de quadros, pois o monitor é capaz de sincronizar-se com as oscilações de frequência da GPU.

O Suporte de Sincronização ganhou a atenção imediata de gamers, afinal, uma quebra de quadros no meio de uma batalha pode definir o resultado de uma partida competitiva.

Infelizmente, há alguns problemas que foram apontados como resultado desta tecnologia. Um deles, e talvez o mais grave, é a oscilação de desempenho gerado pela placa de vídeo – problema que chamamos de “stuttering”. Além disso, pode gerar, também, atraso na resposta do mouse. Duas situações que afetam diretamente quem joga no PC.

A boa notícia é que o Suporte de Sincronização em monitores é um recurso alternativo que você pode acionar ou desligar quando quiser.

No mercado existem algumas opções para este suporte, falaremos das duas principais:

  • G-Sync
  • FreeSync

Qual a diferença entre as duas? Praticamente nenhuma. As duas tecnologias funcionam com o mesmo objetivo de evitar a quebra de quadros.

A diferença é que G-Sync é uma tecnologia patenteada e pertence à Nvidia, isso significa que a empresa recebe royalties das fabricantes de monitores para que este recurso seja incluído em seus produtos. Já a FreeSync, desenvolvida pela AMD, possui licença de código aberto, possibilitando que as fabricantes utilizem o recurso sem custo algum.

Desta forma, como é de se esperar, monitores compatíveis com FreeSync são mais acessíveis financeiramente e encontrados com mais facilidade.

Mas, se você utiliza placa de vídeo GeForce Nvidia em seu PC, dê preferência aos monitores compatíveis com o G-Sync.

Ângulo de Visão

Se você acompanhou todo o texto até aqui, vai saber que já falamos um pouco a respeito do ângulo de visão em um monitor. De forma geral, o ângulo de visão indica o quanto você pode sair da frente do seu monitor e continuar enxergando a imagem sem nenhuma alteração de brilho, contraste e/ou cores.

O ângulo de visão ideal é o frontal, ou seja, ficar diretamente de frente para a tela do monitor. Parece algo sem importância, já que “obviamente” ficaremos a maior parte do tempo exatamente nesta posição.

Mas, para algumas pessoas este quesito faz diferença. Como, por exemplo, quem utiliza mais de um monitor. O posicionamento deles na mesa impossibilita uma visão frontal. Programadores e editores de vídeo entendem bastante desta situação.

O ângulo de visão de um monitor é medido em graus e representado por dois números, desta forma: 178/120, por exemplo. O primeiro indica o ângulo de visão horizontal, neste caso 178°. O segundo número indica o ângulo de visão vertical, que no exemplo dado seria 120°. Sendo que, de forma teórica, o limite é de 180°.

Caso o ângulo de visão seja um quesito importante para você, nossa dica é que, se possível, faça um teste pessoalmente. O motivo é simples: normalmente as fabricantes são bem generosas ao classificarem o ângulo de visão na ficha técnica do produto.

Conectividade

A conectividade de um monitor indica os tipos de conexão ele suporta. Essa conexão é feita diretamente com o seu PC e possibilita a transferência de dados entre eles.

Na atualidade, os tipos mais comuns de conexão são HDMI e DisplayPort. Ambos oferecem uma ampla compatibilidade e apresentam dimensões que reduzem o espaço ocupado no computador.

VGA e DVI são os tipos de conexão mais antigos e estão, cada dia mais, caindo em desuso. O motivo para isso é que eles não suportam áudio e dão suporte apenas para resoluções bem baixas.

O mais moderno no mercado é o Thunderbolt, um tipo de conexão repleto de recursos. Porém, seu suporte não é tão amplo no mercado. Isso faz com que ele ofereça muito mais do que ainda podemos receber.

Antes de falarmos de cada conexão, um lembrete: o tipo de conexão que você precisa dependerá do tipo de placa de vídeo presente em seu PC.

VGA

Matriz Gráfica para Vídeo é o que significa VGA (Video Graphics Array). Foi lançada em 1987 e hoje, mais de 30 anos depois, ainda está em uso. É uma conexão encontrada em monitores mais antigos ou aqueles mais modestos. Suporta resolução máxima de 2048 x 1536 a 85Hz. Inevitavelmente, está caindo em desuso, principalmente por transportar sinal analógico e por não suportar áudio.

DVI

Sigla para Digital Visual Interface (Interface Visual Digital). Teve lançamento em 1999 e oferece melhorias sem relação ao VGA. O DVI oferece uma transmissão mais dinâmica, pois pode ser usado em três modos:

  • DVI-A – somente analógico;
  • DVI-D – somente digital;
  • DVI-I – modo analógico e digital.

Como o VGA, o DVI também está perdendo o uso por não suportar áudio.

HDMI

HDMI é a sigla para High Definition Multimedia Interface, em português significa Interface Multimídia de Alta Definição. Foi lançado em 2002, é o mais utilizado e está amplamente presente em monitores e TVs da atualidade.

Ao contrário dos seus antecessores, HDMI suporta áudio. Sua versão mais atual (HDMI 2.1) suporta resoluções de até 10k a 120Hz. Mesmo que muitos monitores ainda não suportem este padrão, esta foi uma forma inteligente de garantir que o HDMI permaneça no mercado.

Para alguns gamers, o HDMI tem um ponto negativo: não tem suporte para oscilação de taxa de atualização (vide Suporte de Sincronização acima). Fazendo com que o DisplayPort ganhasse favoritismo neste nicho.

DisplayPort

Lançado em 2006, o DisplayPort foi desenvolvido para substituir o VGA e o DVI em computadores, por isso, mesmo sendo encontrado também em televisores, é um tipo de conexão que prevalece em monitores.

Como o HDMI, o DisplayPort suporta áudio e sua versão 1.4 suporta vídeo de resolução máxima 8k a 60Hz.

O DisplayPort foi desenvolvido com grande foco para atender usuários de computador. Sendo assim, ele tem algumas vantagens em relação ao HDMI quando se trata de pontos específicos como, por exemplo, dar suporte para tecnologias de sincronização como G-Sync e FreeSync. Sendo, por isso, o favorito dos gamers.

Outro ponto de vantagem para usuários de PC, é que o DisplayPort oferece suporte para encadeamento em série. Um fator que beneficia bastante quem utiliza mais de um monitor. O encadeamento em série é quando você conecta mais de um monitor em um computador da seguinte forma: um cabo sai do PC e se conecta ao primeiro monitor, do primeiro monitor sai outro cabo que se conecta ao segundo monitor e assim por diante.

A nova versão DisplayPort 2.0 suporta o inimaginável: resoluções de 16k a 60Hz. Esperado deste o final de 2020, seu lançamento sofreu atraso em decorrência do Covid-19. Mas em março de 2022 a VESA - Video Electronics Standards Association, entidade responsável por gerenciar padrões de conexões e exibição de vídeo, anunciou o Programa de Certificação para produtos baseados no DisplayPort 2.0.

Isso significa que os produtos com este padrão de conexão – emissores de vídeo, displays e cabos – serão avaliados e certificados caso atendam aos requisitos. Agora nos resta esperar para acompanhar o desempenho do DisplayPort 2.0 e ver como será recebido pelo mercado.

Monitores Curvos

Monitores curvos apresentam diferentes níveis de curvatura, que são classificados por valores entre 1500R e 4000R. Para que você entenda, imagine que o monitor curvo é uma porção de um círculo perfeito. Sendo assim, o número representa a medida do raio em milímetros, que seria a distância entre a borda e o centro de desse “círculo”. E o R representa o raio.

Confira na imagem abaixo o exemplo com um monitor de curvatura 1500R e 1800R:

Com a imagem também é possível entender que: quanto menor o número, maior a curvatura.

Um monitor curvo traz alguns benefícios. O principal deles é o seu poder imersivo, já que a tela curva te posiciona no centro da ação. Uma experiência muito apreciada por gamers e cinéfilos.

Esta posição central que um monitor curvo nos coloca, permite que a gente possa aproveitar muito mais daquilo que o nosso próprio corpo já oferece: a visão periférica. Desta forma, a tela curva fornece uma visualização mais agradável, de melhor percepção e muito mais natural.

Mais um benefício deste tipo de monitor é o conforto. Por causa da curvatura, a tela terá uma drástica redução de brilho e, ao contrário da tela plana, você não precisa movimentar tanto os olhos para enxergar pontos específicos do painel, evitando bastante que você tenha fadiga ocular depois de longos períodos utilizando o PC.

Além de tudo isso, o monitor de tela curva apresenta menor distorção na imagem, ao contrário da tela plana que costuma ter algumas distorções, principalmente nos cantos.

Uma desvantagem que vale considerar é que os monitores curvos refletem mais ângulos de luz. Isso faz com que seu uso necessite de um ambiente com iluminação controlada, para que reduza o número de diferentes fontes de luz.

Também é importante considerar que o novo pode causar estranhamento. Por tanto, mais uma vez, sugerimos que faça um teste antes de optar por trocar o seu monitor de tela plana por um monitor de tela curva.

Brilho

O brilho dos monitores é medido em nits ou cd/m² (candela por metro quadrado). Estas são as unidades de medida de luminância e indicam a intensidade luminosa, produzida ou refletida, por uma superfície. No nosso caso, esta superfície se refere à tela do monitor.

Grande parte dos monitores padrões apresenta uma classificação de brilho entre 200 e 300nits. Este nível de brilho é adequado para uso geral, desde que não haja muita claridade vinda da iluminação ambiente.

Já os monitores com brilho mais alto são recomendados, principalmente, em duas situações: quando há muita claridade no ambiente ou quando o monitor será utilizado a uma distância maior do que o normal. Nestes casos, o ideal será um monitor com a taxa de brilho entre 350 e 500nits.

Também é importante saber que monitores com nível maior de brilho são mais caros do que os monitores comuns. Desta forma, tenha certeza se realmente precisará de um monitor com mais de 300nits.

Contraste

O contraste é definido pela eficiência que um pixel tem em bloquear ou permitir a passagem da luz emitida pela iluminação de fundo da tela (LCD). Ou seja, taxa de contraste se refere à diferença entre o branco mais claro e o preto mais escuro que a tela de um monitor consegue exibir.

Essa relação mede a luminância emitida nas duas situações. Desta forma, ela é representada da seguinte maneira: por exemplo, 1000:1, onde o primeiro número se refere ao branco máximo emitido (1000nits) e o segundo número representa o preto mais escuro emitido pela tela (1nit). Então, quanto maior o primeiro número, maior será o contraste.

Na atualidade, o mais comum são monitores de contraste 1000:1, especialmente quando se trata de telas IPS e TN. Já os painéis VA podem chegar a contrastes de 3000:1, um valor superiormente melhor.

Em termos reais, o contraste trará maior definição de cores, mais nitidez e realismo para as imagens.

Um monitor com taxa de contraste 1000:1 atenderá a maior parte das pessoas. Já os contrastes maiores atenderão profissionais que necessitam de um alto nível de clareza de imagem para realizar o seu trabalho, como, por exemplo, desenvolver animações, editar fotos e vídeos, criar ilustrações, etc.

High Dynamic Rage – HDR

O HDR é uma especificação técnica de monitores muito importante e tem relação com o brilho e o contraste do aparelho pois, para ter um certificado HDR, a tela precisa atingir altos níveis de contraste e, principalmente, de brilho.

Geralmente, um monitor com HDR será classificado como HDR10 ou HDR10+. O HDR10 é encontrado em monitores com nível de brilho de até 1000nits. Já os monitores com certificado HDR10+ são capazes de produzir até 4000nits.

Em termos práticos, monitores HDR podem exibir uma gama maior de cores, exibem luzes baixas mais escuras e realces mais claros, resultando em imagens muito mais vívidas e realistas. Isso oferece uma experiência muito mais rica de visualização.

Também é bom pontuar que, para o HDR entrar em ação, é necessário que esta tecnologia esteja presente nas duas vias: o monitor precisa ser compatível com HDR e o conteúdo exibido precisa ser habilitado. A programação da TV ainda não aderiu amplamente a esse recurso, mas as plataformas de streaming, games e principais serviços de vídeo já oferecem conteúdo compatível com HDR.

E fique atento, pois boa parte dos produtos com certificado HDR10 que circulam no mercado chegam no máximo a 500nits. Isso é algo que vem sendo gradualmente modificado, mas ainda muito recorrente. Obviamente isso não tira o mérito do recurso HDR em um monitor, mas vale a pena ter em mente que “quanto mais nits emitidos, mais efetivo será o HDR”.

Espaço de Cores

Em um monitor, o espaço de cores, também conhecido como perfil de cores, se refere à quantidade de cores que a tela consegue exibir. Para que que este perfil exista, ele precisa se basear em um padrão.

Existem incontáveis padrões de cores que, em nosso dia a dia, serão utilizados em muitas situações, que vão desde a produção de tintas até às cores exibidas pela tela de um monitor. Ou seja, o padrão de cores pode estar em um pigmento físico ou até mesmo na representação digital das cores.

Mas o nosso foco é o espaço de cores em um monitor. Neste caso, os mais comuns são: sRGB e Adobe RGB. Ambos são fórmulas matemáticas abstratas que se baseiam no padrão RGB (vermelho, verde e azul) para criar as cores e tonalidades exibidas pela tela.

No campo digital, devemos lembrar que o perfil de cores é uma via de mão dupla. Tanto a criação como a exibição de imagens devem ter o mesmo perfil de cores para que não haja distorções. Por exemplo, ao fotografar com uma câmera digital, devemos selecionar o mesmo perfil de cores do meio em que as fotografias serão exibidas.

sRGB

Atualmente, este é o espaço de cores estabelecido internacionalmente. É amplamente utilizado, está presente em todo o conteúdo da internet, na maioria das impressoras e monitores. Inclusive, o sRGB é adotado pela Microsoft.

Mesmo sendo um perfil com gama de cores bastante limitada (apenas 30% das cores “reais” vistas pelo olho humano), o sRGB tem a vantagem da compatibilidade, já que está presente em quase todos os meios de uso geral.

Entenda: seguindo o caminho de uma foto, ela passará da câmera para o monitor, do monitor para a impressora ou rede social. Neste percurso terá variações mínimas de cor, já que os meios percorridos por ela utilizam o mesmo perfil de cores.

Adobe RGB

Este espaço de cores é utilizado de forma mais profissional. Sua gama de cores é bem mais ampla do que no sRGB, pois consegue representar 60% das cores captadas pelo olho humano, oferecendo imagens com mais detalhes e muito mais vibrantes.

As câmeras fotográficas atuais oferecem o recurso Adobe RGB, garantindo compatibilidade com meios muito importantes para profissionais, como softwares da Adobe e impressoras para trabalhos fine art, além de monitores, claro.